Porta Retratos

Não se sabe ao certo quando os porta retratos surgiram ou quem os inventou, mas eles estão presentes em praticamente todas as casas, contando a história da família, revelando os traços de cada pessoa que a compõe. Muito mais do que um mero item decorativo, ele é peça essencial, personalizando um momento. Embora a mesma moldura seja encontrada em diferentes lares, o mesmo não acontece com a foto colocada no porta-retratos. Por isso, ele é um objeto único.

Pertence a toda classe social desde o século XV até o contemporâneo, passando por várias movimentos artísticos, incluindo o romantismo, valorizando lembranças nunca esquecidas.

A ideia do retrato como algo popular, como a temos hoje, é recente e gradual – desde o século XV até o surgimento da fotografia, no século XIX. A partir daí o retrato desenvolveu-se como gênero autônomo, destinado aos nobres e burgueses.

Essa peça foi desenvolvida por crianças e adolescentes do Projeto Educarte.

Materiais utilizados : Papelão, jornal, cola branca, biscuit, linta e verniz

Para navegar na exposição, utilize os botões abaixo: