ECOAR

Homenagem aos patronos e agradecimento à família​

Formadores de valores humanos e cristãos, meus avós, Antônio Porto Gomes e Mariana Cândida de Souza Gomes, naturais do estado de Minas Gerais, casaram-se aos 15 anos, formadores de uma grande família. Na criação, transmitiram aos seus nove filhos, o amor e os verdadeiros valores da vida humana, ensinamentos que até os dias de hoje usamos e passamos à frente. 
 
Convivi com meus avós toda minha infância, adolescência e minha fase adulta, hoje presto minha homenagem àqueles que me ensinaram e me inspiraram a dar valor à vida e aos valores que o trabalho social agrega. Deixaram um legado de coerência e de testemunho. Quando vivos, exalavam com suas exigências, o real sentido da vida, para que todos da família pudessem vivenciar a cada dia o respeito, o amor, a honestidade, a integridade, a fidelidade e assim exalamos a vida em sua essência. Vivenciar o amor em família é muito simples em teoria, porque basta sermos bons em todos os sentidos, mas na prática exige resiliência. 
 
Agradeço aos meus pais, Edgard de Paula Mendes e Eurides Gomes Mendes, por essa solidez familiar. Por essa ordem de valores, não posso deixar de citar minhas irmãs, Eliana Gomes Mendes, Dulcineia Gomes Mendes e ao meu filho Rodrigo Gomes de Sousa, pela relação familiar sadia, fiel, amorosa e principalmente pelo apoio incondicional na realização de um sonho, o Atelier Ecoar das Artes. 
 
Hoje no Atelier, preservo as pedras que meu avô, Antônio Gomes, assentou uma por uma, no lugar onde, por muitos anos, foi sua morada, nunca se afastando dos seus filhos e netos. Era uma festa quando a família se reunia.

Patronos do Atelier Social Ecoar das Artes Eliete Gomes

Sr. Antônio Porto Gomes e Sra. Mariana Cândida de Souza Gomes